Contabilidade de custos

Por Marco Antonio Granado

 

Na gestão das empresas, conhecer os valores envolvidos na apuração do preço de venda de um serviço ou produto é fundamental. Desta forma, para apurar tal informação precisamos aplicar os conceitos da contabilidade de custos.

Perguntas:

a) Quanto custa o que estamos produzindo ou o serviço prestado?

b) Quais são as despesas envolvidas em seu processo produtivo ou de prestação de serviços?

 

O que é a contabilidade de custos?

 

É o ramo da contabilidade que se destina a produzir informações para diversos níveis gerenciais de uma entidade, como auxílio às funções de determinação de desempenho, e de planejamento e controle das operações e de tomada de decisões, bem como tornar possível a alocação mais criteriosamente possível dos custos de produção aos produtos.

Coleta, classifica e registra os dados operacionais das diversas atividades da entidade, denominados de dados internos, bem como, algumas vezes, coleta e organiza dados externos.

Os dados coletados podem ser tanto monetários como físicos, tais como: de dados físicos operacionais: unidade produzidas, horas trabalhadas, quantidade de requisições de materiais e de ordens de produção, entre outros.

Seu principal objetivo é na apuração dos custos dos produtos e/ou serviços vendidos e deve ser uma ferramenta de apoio à tomada de decisão, em especial na formação do preço de venda da empresa.

É a apuração detalhada dos valores que seu negócio para obter o produto ou serviço que comercializa, ou seja, conhecer profundamente seus gastos diretos em sua operação, para poder direcionar, gerenciar e analisar com informações confiáveis,  para melhor obter uma determinada posição da situação financeira de seu negócio.

Este processo está baseado em três funções básicas da contabilidade de custos:

a) Apurar a lucratividade da sua operação, como também a rentabilidade do patrimônio ou do investimento;

b) Auxiliar o controle das operações e dos próprios custos, comparando a execução com padrões de orçamentos e valores;

c) Ajudar o planejamento e o processo decisório da sua gestão em questões como: produzir ou comprar? investir ou desinvestir?, etc.

 

Devemos tratar esta área da contabilidade, ou seja, a contabilidade de custos com grande atenção. Nela, encontramos a grande mágica do rendimento saudável, consequente da efetiva construção do lucro da operação. Desta forma, saibam que um bom controle de sua contabilidade de custos, preserva sua operação por muitos anos a fio.

Enquanto, gestor, empresário ou empreendedor, é fundamental que você seja íntimo e entenda como funciona contabilidade de sua empresa.

Muitos gestores, empresários ou empreendedores não têm nenhuma habilidade contábil e não fazem questão de aprender ou entender pelo menos o mínimo, para ter condições de acompanhar andamento dos processos financeiros da organização e de como são formados seus custos.

Gestores, empresários ou empreendedores, aconselho quebrar este paradigma…

 

Marco Antonio Granado, empresário contábil, contador, palestrante e escritor de artigos empresariais. Atua como consultor empresarial nas áreas contábil, tributária, trabalhista e de gestão empresarial. Atua como docente na UNISESCON e no SINDCONT-SP. Atua como consultor contábil, tributário, trabalhista e previdenciário do SINFAC-SP e da ABRAFESC. É membro da 5ª Seção Regional do IBRACON. É bacharel em contabilidade e direito, com pós-graduação em direito tributário e processo tributário, mestre em contabilidade, controladoria e finanças.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart