Estruturação de securitizadoras é o foco da nova parceria da ABRAFESC

Em comparação com uma factoring, uma securitizadora pode operar uma variedade muito maior de produtos. O que, a princípio, configura um ponto positivo tem, no entanto, se tornado um problema para muitos gestores por falta de um conhecimento mais consistente sobre esse tipo de empresa. Para auxiliar o mercado de fomento, a ABRAFESC e a Neves & Advogados Associados firmaram uma parceria que garante condições especiais aos associados para a estruturação de securitizadoras e outros serviços.

Pelo acordo, a Neves & Advogados Associados oferece treinamento e acompanhamento na estruturação da securitizadora. Tanto a duração da capacitação quanto o período de consultoria podem variar. Alexandre Fuchs das Neves, sócio fundador da Neves & Advogados Associados, explica que o treinamento, feito de forma online, costuma se estender por três horas, mas pode ser ampliado, de acordo com a necessidade de cada gestor. O acompanhamento, da mesma forma, é personalizado.

“Chegam, para mim, perguntas muito elementares de gestores de securitizadoras. É sinal de que está havendo um leilão para baixo. Por isso, a gente propõe acompanhar o processo de estruturação, por 30, 60 dias, enfim, até que a empresa realize a primeira operação e possa seguir caminhando sozinha”, diz o advogado.

A estruturação da securitizadora envolve consultoria e apoio na elaboração de toda a parte documental, assim como de escritura de debêntures e ata inicial, entre outros procedimentos para manter a empresa. No treinamento, o gestor vai aprender mais sobre conceitos, funcionamento e contratos operacionais. Além disso, caso seja necessário, a Neves & Advogados Associados também auxilia com demandas judiciais. De acordo com Fuchs, o trabalho para a estruturação das securitizadoras é fundamental.

“O pessoal começa do zero e, depois, não sabe como seguir com a empresa porque falta conhecimento para ir além. Uma securitizadora tem que aprender a captar recursos de terceiros e fazer aquisição de recebíveis. Há uma gama enorme de serviços que podem ser operados. A amplitude de negócio é muito grande, em comparação com a factoring. E muita gente não conhece bem as diferenças e precisa aprender como operar”, explicou Fuchs.

As empresas de securitização, quando comparadas às factorings, contam com algumas vantagens, entre elas, costumam ter carga tributária menor e não sofrem a incidência de IOF, além disso têm o lastro da operação transferido aos investidores que adquirem os títulos. “A captação de recursos de terceiros é feita de forma correta, registrada em livro de emissão de debêntures, sem que seja preciso fazer um contrato de cozinha para obter alguma vantagem”, diz Fuchs.

Com mais de 20 anos voltada para a assessoria e consultoria jurídica multidisciplinar, com especialização no atendimento a instituições financeiras, fundos de investimento, securitizadoras e empresas de fomento mercantil, a Neves & Advogados Associados, ao longo do processo de estruturação, indica aos gestores assistidos serviços disponíveis no mercado, importantes para o pleno funcionamento das empresas. “Neste caso, nosso trabalho com a ABRAFESC também assume essa função secundária de apresentar outras parcerias da entidade que prestam serviço de tecnologia da informação e contábil, por exemplo”, afirma o advogado, que também é consultor do SINFAC-SP e da ABRAFESC.

Quem quiser aproveitar as condições especiais garantidas pela parceria entre a ABRAFESC e a Neves & Advogados Associados pode preencher o formulário de interesse em: https://abrafesc.com.br/nevesadvogados/. Para obter mais informações, também é possível entrar em contato com a entidade pelo e-mail comercial@abrafesc.com.br ou pelo telefone/WhatsApp: (11) 93079-4392.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart