MPEs impulsionam a demanda de crédito em junho

Dados do Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito mostram que em junho, em comparação com o mesmo mês de 2021, houve o crescimento mais tímido do período, de 2,9%. As micro e pequenas empresas (MPEs) foram as principais responsáveis pelo impulsionamento, com 3,1% de aumento na busca pelo recurso financeiro, enquanto as companhias de médio e grande porte registraram uma queda de, respectivamente, 5,8% e 2,3%. Confira os dados na íntegra no gráfico e na tabela abaixo:

 

“Depois de meses com a demanda por crédito em forte ascensão, os dados mais recentes do indicador mostram uma estabilidade nos negócios brasileiros. As micro e pequenas empresas ainda mantém alta na busca pelo recurso, uma vez que precisam de mais fôlego de caixa e meios de honrar seus compromissos financeiros. Mas é importante lembrar que a recessão econômica ainda é latente e a organização financeira deve ser prioridade”, analisa o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Na análise anual por setores, Serviços lidera o ranking de crescimento na demanda por crédito, com 7,3%, e Indústria vem em seguida, com 6,1%. Comércio foi o único segmento com queda (-3,2%).

As empresas da região Norte foram as que mais demandaram por crédito em comparação com junho de 2021 (6,9%), depois os negócios da Sudeste (4,9%) e os da Sul (1,1%). As quedas foram registradas na Nordeste (-0,2%) e na Centro-Oeste (-0,6).

 

Fonte: Serasa Experian

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart