Pedidos de recuperações judiciais crescem 62,0% em janeiro, revela Serasa Experian

“Micro e Pequenas” empresas impulsionaram a alta das recuperações judiciais;

“Serviços” foi o setor que mais demandou pelos pedidos;

Solicitações de falências tiveram queda de 4,2%.

 

Dados do Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian apontaram que, em janeiro, foram realizados 149 pedidos de recuperações judiciais. Esse número representa uma alta de 62,0% se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram registradas 92 solicitações. Em relação a dezembro de 2023, o aumento foi de 46,1%. Veja, a seguir, gráfico que mostra a evolução dos pedidos de RJs:

 

“O aumento nas solicitações de recuperações judiciais é um reflexo do crescimento das empresas que se viram diante da iminência da insolvência, que no ano passado registrou recorde de inadimplência, com 6,6 milhões de CNPJs negativados. Apesar dos sinais de melhoria terem começado a surgir, como a queda da inflação e das taxas de juros, no contexto da recuperação judicial, a resposta é mais demorada”, comenta o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Segundo o levantamento, em janeiro, as “Micro e Pequenas” empresas impulsionaram o aumento das recuperações judiciais com a maior parte dos requerimentos (99), seguidas pelas “Médias” (32) e “Grandes” companhias (18). Na visão por setores, “Serviços” foi responsável pelo maior volume das requisições no período. “Comércio” ficou em segundo lugar e, em sequência, os setores “Indústria” e “Primário”. Confira, abaixo, os números detalhados:

Pedidos de falências registram queda de 4,2%

As solicitações de falências tiveram baixa de -4,2%, passando de 72 pedidos em janeiro de 2023 para 69 no primeiro mês de 2024. Em relação a dezembro de 2023, quando foram registradas 48 requisições, o aumento foi de 43,8%. Também foram as “Micro e Pequenas” empresas que ficaram com a maior parte dos requerimentos no período (38), seguida por “Médias” (16) e “Grandes” (15). No recorte por setores, o “Primário” não marcou demandas, já “Serviços” e “Comércio” apontaram 26 e, “Indústria”, 17.

Serasa Experian ajuda empreendedores contra a inadimplência

Um dos principais motivos para as empresas terem dificuldade em pagar suas dívidas é por sofrerem inadimplência de seus próprios clientes. Por isso, a ferramenta da Serasa Experian de Recuperação de Dívidas dos clientes possui todo um aparato de cobrança, negativação e ganho de eficiência com mais agilidade. Tudo isso respaldado pela base nacional de negativados da Serasa Experian e que preza pelo bom relacionamento entre empresas e consumidores.

Mais informações disponíveis no site oficial da Serasa Experian.

Metodologia

O Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações Judiciais é construído a partir do levantamento mensal das estatísticas de falências (requeridas e decretadas) e das recuperações judiciais e extrajudiciais registradas mensalmente na base de dados da Serasa Experian, provenientes dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados. O indicador é segmentado por porte.

Fonte: Serasa Experian

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart