Reter talentos é fundamental

Por Marco Antonio Granado

 

Estamos vivendo no mercado de trabalho um cenário ambíguo, uma quantidade relevante de desempregados, porém, muitas vagas de empregos nas empresas que não são preenchidas, permanecendo abertas por longos períodos.

Interessante seria se todos os desempregados atendessem os requisitos das vagas abertas, porém, isto não ocorre.

Os chamados talentos profissionais estão e estarão sempre empregados, mas nem todos são talentos…

Sabemos que um excelente processo de recrutamento e seleção na busca de profissionais talentosos é importante para as empresas de pequeno, médio ou grande porte, gerando segurança e potencial em sua estrutura de capital humano, porém, somente este processo não basta para que se possam reter estes talentos fisgados no processo de recrutamento e seleção, desta forma requer que as empresas realizem alguns investimentos adicionais.

Reter talentos é uma das mais importantes ações da gestão de pessoas, desaguando em um conjunto de práticas a serem realizadas e implementadas, como o objetivo em tornar o ambiente organizacional mais saudável e interessante os profissionais que ali estão.

O departamento de RH (Recursos Humanos) nas empresas tem a incumbência de buscar e desenvolver tais práticas que se adequam ao clima organizacional e a estrutura de sua melhor, considerando com muita ênfase os perfis comportamentais dos empregados e a cultura organizacional interna.

Estamos frente a uma enorme complexidade, agradar pessoas com perfis e necessidades diferentes, portanto, tal retenção demanda um enorme empenho agregado a diversas práticas e intervenções direcionadas ao capital humano da empresa como um todo, pois, pequenas ações isoladas não surtem o efeito almejado nem sustentam seu objetivo ao longo do tempo.

O talento é atraído por empresas que possuem ambientes de trabalho saudável, liderança participativa, aprendizagem de novas habilidades, possibilidade de crescimento profissional a médio a longo prazo, bem como, um pacote de benefícios interessantes.

Os principais benefícios quando a empresa retem talentos profissionais:

a) melhoria no clima organizacional;

b) redução de custos trabalhistas;

c) manutenção do capital humano;

d) fortalecimento do employer brand.

e) transparência na relação entre empresa e seus profissionais;

f) ciência a todos os envolvidos dos esforços necessários para alcançar os objetivos;

g) equipes mais unidas;

h) ambiente colaborativo e produtivo;

i) reduz a incidência de desavenças entre os profissionais;

j) estimula a criatividade e o engajamento;

k) alinha os valores da organização com os valores de cada talento;

l) aumenta a sensação de pertencimento.

 

A linha estratégica eficaz para reter talentos permeia por alguns fundamentos, dentre eles:

a) monitorar os indicadores de desempenho organizacional;

b) compor a métrica da eficiência aplicada na gestão de pessoas;

c) identificar colaboradores mais capacitados;

d) desenvolva ações e políticas institucionais que motivem o capital humano;

 

Recomendações que geram melhorias na busca de retenção de talentos:

a) faça uma definição mais completa dos cargos

b) avalie fatores comportamentais dos candidatos

c) mantenha um equilíbrio nas equipes

Com a retenção de talentos, a empresa ganha em qualidade, encantar seus clientes, amplia o nível intelectual da equipe, gera motivação de seu capital humano, menores impactos no custo contratação e rescisão, contribuindo com o sucesso da empresa em sua atuação perante o mercado.

Um ponto importante valorize quem está com você todos os dias, ou seja, melhorando a qualidade de seu capital humano e consequentemente retenha seus talentos.

Você já parou para analisar quanto custa o desligamento de um colaborador para a sua empresa? Além do custo das rescisões de contrato, qual a perda de capital intelectual que teremos com sua demissão?

Qual será o tempo de treinamento necessário, para que um novo colaborador tenha para exercer rotinas básicas do cargo?

 

Marco Antonio Granado, empresário contábil, contador, palestrante e escritor de artigos empresariais. Atua como consultor empresarial nas áreas contábil, tributária, trabalhista e de gestão empresarial. Atua como docente na UNISESCON e no SINDCONT-SP. Atua como consultor contábil, tributário, trabalhista e previdenciário do SINFAC-SP e da ABRAFESC. É membro da 5ª Seção Regional do IBRACON. É bacharel em contabilidade e direito, com pós-graduação em direito tributário e processo tributário, mestre em contabilidade, controladoria e finanças.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart